Qual a necessidade da Reforma da Previdência

A justificativa para a modificação na atual Previdência (reforma) foi dada levando em consideração o aumento da expectativa de vida do cidadão comum e a diminuição da mão de obra. Atualmente as pessoas estão tendo menos filhos e, por isso, começa a faltar mão de obra para suprir demandas essenciais do mercado.

Dessa forma, o país começa a contar com uma população envelhecida e com pouco retorno em relação às forças de trabalho. Essa afirmação pode ser colocada em xeque quando se fala de um país como o Brasil, uma vez que o que não falta é a mão de obra, dado o elevado número de desempregados.

Segundo o governo federal, os valores dispendidos pela Previdência Social apresentariam um déficit de 180 milhões de reais. No entanto, os relatórios apresentados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência afirmam que esses números são imprecisos e visam a interesses escusos.

Entre esses interesses estaria o ato de disseminar o pânico entre a população e no Congresso, para que a PEC pudesse ser mais facilmente aprovada. A aprovação da PEC acarretaria o benefício adquirido pelas empresas privadas, que contariam com uma continuidade da força de trabalho por mais tempo, além de ampliar o período de contribuição para a previdência.

A CPI também avaliou o montante da dívida que as empresas privadas devem à previdência, sendo que o valor pode chegar a 450 bilhões de reais. Dessa forma, fica mais evidente o afrouxamento das leis em relação às empresas privadas, enquanto ao cidadão há um recuo nos direitos adquiridos.

0

You May Also Like